quinta-feira, 16 de julho de 2009

Núcleo de Pesquisas Teatrais


  1. Começa nesta quinta-feira (16), mais um encontro do Núcleo de Pesquisas Teatrais. Com iniciativa da Cia Pessoal de Teatro, o Núcleo de Pesquisas Teatrais reúne profissionais do teatro em torno de uma pesquisa artística.

    Tem como objetivo realizar um produto que se baseie na experimentação das informações recebidas de oficinas independentes.

    As oficinas contam com instrutores que valorizam a pesquisa em seus trabalhos, mas que não tem uma mesma linha de atuação. O ator/pesquisador fará uma imersão em técnicas diferentes e díspares, cuja intenção será desenvolver um trabalho de resultado da compreensão da pesquisa.


    A primeira ação do Núcleo contou com um workshop do ator/diretor cuiabano radicado em Belo Horizonte, Amaury Borges. Desde então Amaury mantém contato com Cuiabá, incentivando e discutindo processos criativos e visões cênicas. Essa primeira atividade reuniu mais de 25 profissionais de artes cênicas da capital. “A intenção é manter este grupo e criar uma rede de pesquisadores em teatro que dialogue com a cena contemporânea de nível nacional.”, revela Tatiana Horevicht, da Cia. Pessoal.


    Neste momento das atividades, o grupo de participantes assistirá a palestras e participará de oficinas específicas. A palestra inicial será com a prof./dra. Maria Thereza Azevedo, que discorrerá sobre o Teatro Contemporâneo. Está marcada para as 19h, do dia 16/07, no MISC, que é quando os participantes poderão fazer suas inscrições para participarem do ciclo de oficinas.

    Neste momento do Núcleo chamamos profissionais daqui da cidade mesmo, que por conta de pesquisas pessoais fizeram cursos fora da cidade e trouxeram esse conhecimento de volta”, diz Juliana Capilé, diretora da Cia Pessoal. “ São técnicas específicas largamente difundidas no eixo mas que aqui ainda não conhecemos”, completa.

    Entre as oficinas estão: Oficina de Corpo, com a bailarina pesquisadora Rachel Galesso, que vai dividir com os participantes a técnica aprendida com Evaldo Bertazzo de SP. Será na sexta, das 19h às 21:30h e no sábado, das 14h às 18h. Logo em seguida a oficina de Som e Ritmo, com Ebinho Cardoso, que captou com o grupo Barbatux uma técnica de produzir som com o corpo. E aplica esses conhecimentos nos dias 20 e 21, segunda e terça-feiras, das 19 às 21h.

    Também é esse o horário da oficina de propaganda, com o publicitário Júlio Bedin. Na quarta (22) e quinta-feira (23), o videomaker Bedin vai aplicar as técnicas infalíveis que os publicitários utilizam na linguagem audio-visual. Na segunda-feira(27) e terça-feira(28), será a vez do arquiteto Cléber Martins falar de espaços arquitetônicos, oferecendo uma visão da linguagem da arquitetura. No dia 30 a palestra do cienasta, ator e diretor Luíz Marchetti, que tratará da pesquisa teatral e a busca do contemporâneo. O encerramento será dia 31, às 20h, no MISC, com apresentação dos resultados finais desta pesquisa.

    Sobre as oficinas, Juliana Capilé diz, “para nós do teatro qualquer informação pode virar material de trabalho”.

    As inscrições poderão ser feitas no MISC ou no site http://sites.google.com/site/ciapessoal/ e são gratuitas.

Nenhum comentário: