terça-feira, 7 de setembro de 2010

"O Processo Criativo do Espetáculo DECAMERON” é tema do próximo workshop do Cine Teatro Cuiabá




Atores da irreverente comédia Decameron falam sobre a peça que mistura paixões, comportamentos humanos, infidelidade, sedução e trapaças sexuais.


Por Angela Coradini



A partir desta quarta-feira (08.09), artistas e estudantes já podem se inscrever para o workshop “O Processo Criativo do Espetáculo Decameron”. Com participação dos atores Jô Santana, Hossen Minuss, George Sauma e a atriz Rose Lima, o workshop é gratuito e acontece no dia 18 de setembro, das 15h às 17h, no Espaço Cênico do Cine Teatro Cuiabá.
A ação realizada pelo Instituto Matogrossense de Desenvolviemtno Humano (IMTDH) com parceria da produção do espetáculo Decameron, é direcionada a artistas e estudantes dos diversos segmentos das artes, profissionais e estudantes de linguagens, comunicação social, história, moda, entre outras áreas que perpassam ao processo de criação e montagem do espetáculo.
As inscrições estão abertas de 08 a 17 de setembro, no foyer do Cine Teatro Cuiabá, das 14h às 18h, exceto segunda-feira, sábado e domingo.


Decameron


A peça de teatro Decameron é uma irreverente comédia que mistura paixões, comportamentos humanos, infidelidade, sedução e trapaças sexuais. Com apresentações nos dias 17, 18 e 19 de setembro, no Cine Teatro Cuiabá, o espetáculo é homônimo da obra do italiano Giovanni Boccaccio. Para contar a historia, o ator e produtor Jô Santana reuniu um grande elenco – George Sauma, Camila Rodrigues, Jandir Ferrari, Dhu Moraes, Paula Possani Rafa de Martins, Roberto Lopes, Hossen Minussi e Rose Lima  – que representam vários personagens de época, marotos e debochados. As hilariantes músicas, compostas por Zéu Britto, são cantadas e tocadas ao vivo pelo próprio elenco, o que dá ainda mais alegria ao espetáculo.

Mergulhando nas raízes do sentimento popular, o autor revela o cotidiano de pequenos comerciantes e artesãos e de suas espertíssimas e fogosas mulheres, que fazem uso de seus truques e sabedorias para suas conquistas amorosas, sempre tentando preservar a imagem da família. Apostando numa linguagem cômica e na sátira popular, o texto ganha atualidade com as divertidas histórias de seus personagens. O público vai encontrar freiras devassas que realizam "milagres" sexuais, uma esposa traiçoeira com habilidade para negócios, um fugitivo maroto que tenta trapacear, jovens amantes, um criado que perde a cabeça por amor e um simplório comerciante que descobre as falcatruas da sua esposa.

O texto é pontuado pela critica social e pela queda dos padrões repressivos e moral da sociedade. A obra é um grande sim à vida, fortalecendo a força dos desejos e da liberdade social. Decameron propõe um painel sociológico de sua época, atacando hipocrisias e costumes e denunciando privilégios.

O autor


Autor e poeta italiano, Boccaccio é conhecido pela autoria de inúmeros contos que satirizam o pensamento religioso na Idade Média, onde promove o prazer como essência da felicidade na sociedade. Sua obra é considerada um dos mais representativos painéis sobre valores morais sociais da época, quando os últimos vestígios das concepções teocráticas e feudalistas se viram suplantados pelo humanismo e pelo apogeu da burguesia mercantilista.


Giovanni Boccaccio nasceu em Paris, na França, no ano de 1313, filho ilegítimo de um rico mercador florentino, que atingira posição de destaque nos círculos burgueses e políticos da época. Depois de passar a juventude em Florença, na Itália, foi levado para Nápoles pelo pai por volta de 1328, a fim de familiarizar-se com o mundo dos negócios.


Serviço: 
Workshop "O Processo Criativo do Espetáculo Decameron" 
Espaço Cênico do Cine Teatro Cuiabá 
Sábado, 18 de setembro, das 15h às 17h.
Gratuito.
Inscrições no foyer do Cine Teatro Cuiabá, de 08 a 17 de setembro, das 14h às 18h, exceto segunda-feira, sábado e domingo.


Nenhum comentário: